Buscar
  • Vanessa Rozan

Lutando por uma vida sem filtro

Atualizado: Mar 6

quando a gente não sabe mais como é uma pele real, como aceitamos a nossa realidade?


Amigues e Amigues,

conheçam essa nova síndrome: Dismorfia do Snapchat, também conhecida como dismorfia da selfie.

Já ouviu falar? Pois então, procure saber.

"Um novo fenômeno chamado 'dismorfia do Snapchat' surgiu [...] onde os pacientes procuram cirurgia para ajudá-los a aparecer como as versões filtradas de si mesmos."

A frase é do Dr. Neelam Vash e matéria completa está disponível no Medical News Today e em tantos outros artigos que abordam o assunto.

Certamente você já sentiu isso em maior ou menor grau, você se ver no espelho e depois comparar essa imagem tua real com aquela feita pelo celular (depois de vinte mil selfies, filtros, apps malucos que aumentam aqui e diminuem lá e que apagam poros e clareiam o fundo dos olhos e dos dentes, ufa).

Não à toa, muitas marcas de celular já cataram essa "necessidade" e possuem em seu próprio software de foto a opção Pele Suave, adivinha como ela é? isso, sem poros e mais clara.


no Instagram e na Realidade - foto CelebFace



O que será que isso tem a ver com o boom das harmonizações faciais (agora tem até no shopping center), das extensões de cílios e de todas as novas modas que transformam o formato do rosto, dos olhos e mexem em nossas proporções?

A síndrome tá ligada com a capacidade de edição da nossa própria imagem, coisa que antes do Instagram não existia não. Era tirar foto e compartilhar. Quem sabia mexer com retoque, com luz, com volumes, eram uns caras muito sinistros que ninguém sabia o nome e que faziam esse trabalho de pós-edição na calada da noite, pra que a foto fosse publicada depois.

Ninguém sabia mexer com photoshop, ou não sabíamos mexer direito ou não tínhamos acesso a ele. Agora, pasmem. Quantos apps de edição de imagem você tem no seu aparelho?

Daí o Instagram te convidou também a editar tua foto antes de postar. Ele, na real, te educou a isso. Antes do botão compartilhar, aparecia uma tela pra você botar um filtrinho na foto, uma moldurinha, no começo tudo mais simples, mas passado um tempo, a preocupação estética e o retoque passaram a acontecer antes mesmo de chegar no aplicativo. A gente já tira a foto e já passa aqui, passa lá, mexe na luz, ativa a cor tal, recorta ali, empurra lá e por fim, compartilha.

Não to aqui julgando não! So uma reflexão pra que a gente entenda o quanto estamos nos afastando de nossas imagens reais. Você vê seus poros e agora eles são um problema, você vê linhas de expressão e salve-se quem puder, só que não te contaram - ou não te mostram mais - que tanto as linhas, quanto os poros, quanto as assimetrias, os "defeitos" eles existem, só seu cérebro tá sendo treinado pra não aceitá-los mais.

Pense nisso. tem um perfil muito bom no Instagram chamado CelebFace - welcome to reality. O objetivo aqui não é chochar as celebridades e simver que todo mundo tem poros e linhas, e é bom oxigenar os olhos e a mente e entender que TUDO BEM.

Respirem alividadxs!

boa semana!


0 visualização

Liceu de Maquiagem e Cabelo LTDA ME. CNPJ 10.671.185/0001-10

Rua Tinhorão, 102 - São Paulo - Tel.: 11 30830500 - email: contato@liceudemaquiagem.com.br

nossos cursos são presenciais e acontecem na data contratada, podendo ser remarcados com aviso prévio.