Buscar
  • Vanessa Rozan

É AGORA OU NUNCA

Como uma pandemia deve mudar o protocolo de aplicação de maquiagem e limpeza dos nossos kit profissionais.



Se você é profissional da beleza e não está preocupado com biossegurança - sim, boletos também - não sei em que mundo você vive nos dias de hoje.

Biossegurança não é lá uma palavra muito presente nos rolês das belezas porém é isso que o COVID-19 vai deixar pra gente de positivo (sim, eu to tentando ser positiva). Então é melhor se habituar com esse termo que tem pouco glamour e é meio desconhecido para a maioria dos profissionais de beleza.

"Biossegurança é o conjunto de ações voltadas para a prevenção, minimização ou eliminação de riscos inerentes às atividades de pesquisa, produção, ensino, desenvolvimento tecnológico e prestação de serviços, visando à saúde do homem, dos animais, a preservação do meio ambiente e a qualidade dos resultados".

Essa definição extraída do livro Biossegurança: uma abordagem multidisciplinar, organizado por Pedro Teixeira e Silvio Valle, é ampla e eu vou fazer o recorte do que temos que entender para nosso mundo de máscara de cílios, pincéis e cut-creases.

Daqui pra frente as nossas clientes - e a gente também - estarão mais atentas à higiene e à limpeza dos materiais usados, e se você não está preocupado com isso, CERTAMENTE deveria.



Temos que pensar na proteção dos nossos clientes e também na nossa saúde. Essas medidas que serão parte da nossa nova vida irão mudar o jeito que a gente se relaciona, o jeito que a gente consome e também o jeito que a gente trabalha.

Por exemplo, higiene de pincéis, uso de descartáveis para aplicar máscara de cílios e produtos labiais, validade dos produtos e higienização pré-aplicação de todos os itens de maquiagem, já pensou nisso? Pois então melhor aproveitar o seu "fique em casa" para rever seus conceitos.

Bom profissional de maquiagem não é só quem faz um delineado perfeito. É entender de teoria das cores, é saber de cosmetologia básica, é conhecer como funciona a pele, é saber ler a bula/fórmula do que você tem na sua maleta, é investigar de onde vem o produto que você comprou e para onde vai o seu lixo. E é também saber e aplicar regras de biossegurança em seu trabalho, ou seja, não basta fazer esfumado de sete cores, tem que pensar mais globalmente.

Algumas dicas pra quem chegou até aqui:

- não misturar seu material de trabalho com o seu material de uso pessoal;

- ter quantidade de pincel para não repetir/reutilizar o pincel usado em uma cliente para a próxima;

- pensar na higienização de pincéis em duas etapas: lavar com água morna e detergente neutro e higienizar ou com higienizador de pincéis ou álcool 70º;

- usar aplicadores descartáveis para máscara de cílios e produtos labiais;

- retirar uma parte do produto cremoso da embalagem original usando uma espátula higienizada.


Essas são só algumas técnicas, tem muitas outras que ensinamos aos nossxs alunxs e que prezamos dentro da sala de aula e fora dela também. Bom, o que antes era cuidado, agora é regra.

Nem preciso escrever aqui sobre as máscaras faciais e o uso do álcool em gel antes de começar a trabalhar em cada cliente, né?


Você aí: limpe sua maleta de maquiagem, organize seu produtos, retire tudo que está vencido (lembre-se de que a maioria do material de beleza vai no cesto de recliclado), doe o que está dentro da validade e que você não usa mais e se organize para incluir biossegurança em sua rotina de trabalho. E fique em casa, claro.


Quer saber mais sobre biossegurança? Escreve aqui pra gente, deixa seu comentário.





279 visualizações

Liceu de Maquiagem e Cabelo LTDA ME. CNPJ 10.671.185/0001-10

Rua Tinhorão, 102 - São Paulo - Tel.: 11 30830500 - email: contato@liceudemaquiagem.com.br

nossos cursos são presenciais e acontecem na data contratada, podendo ser remarcados com aviso prévio.